Nikita

Artigos :
Alerta sobre dopping

1160103_perscription_drugs_2

(Este texto foi divulgado pelo site da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos)
Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2005.

Prezado (a) atleta,

Tive a oportunidade de participar do Mundial de Desportos Aquáticos realizados em Montreal no mês passado.
Este evento foi importante para que eu percebesse que muitas das informações essenciais a respeito de controle antidoping ainda não são conhecidas por muitos atletas.

Por isso, envio abaixo algumas das informações mais importantes sobre este assunto.
Solicito que você leia as informações abaixo com atenção e me procure caso haja qualquer dúvida (tel: 21-8148-7019 e/ou e-mail: castrorrt@aol.com).

1. O atleta é o responsável por tudo que ingere. Lembre-se que nem todos os médicos têm conhecimento da Lista de Substâncias Proibidas, por isso, nunca utilize qualquer medicamento sem que tenha certeza de que as substâncias nele contidas são PERMITIDAS!
Evite medicações indicadas por terceiros e sempre guarde a receita de medicamentos prescritos pelo seu médico.

2. A maioria das substâncias dopantes são medicamentos e, eventualmente, uma delas pode ser necessária para o tratamento de alguma doença.
Para estes casos existe a Isenção para Uso Terapêutico.  Caso você necessite utilizar medicamentos para asma ou rinite alérgica, entre outros, precisamos solicitar autorização junto à FINA.  Ou seja, caso você faça uso regular ou eventual de qualquer medicação, deverá informar-me o mais rápido possível, para que possamos tomar as providências necessárias.

3. Lembre-se que em vários países, como Estados Unidos e Austrália, não há fiscalização de suplementos.  Por isso, a presença de anabolizantes em suplementos comprados no exterior não é rara e pode resultar em caso de doping.  Isto quer dizer que, no exterior, as substâncias contidas em um suplemento podem ser diferentes daquelas descritas em seu rótulo.  A CBDA desencoraja o uso de suplementos alimentares, principalmente aqueles fabricados no exterior.

4. Todos os atletas de elite podem estar sujeitos a controles antidoping fora de competição, ou seja, controles surpresa.
Lembre-se que a responsabilidade de manter sua agenda atualizada é toda sua!  Tentativas repetidas (duas ou mais) de encontrar um(a) atleta para realização de exame fora de competição, sem que seja possível encontrá-lo(a), podem resultar em suspensão de dois anos pela FINA.  Além disso, cada uma destas tentativas sem sucesso é punida com multa aplicada pela FINA.

ATENÇÃO:

  • Mantenha sempre sua agenda atualizada.
  • Em caso de viagem ou qualquer outra mudança na agenda planejada, informe a CBDA.

Coloco-me à disposição para quaisquer outros esclarecimentos que se façam necessários.

Atenciosamente,

Dra. Renata Castro
Diretora Médica
Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos

Nikita Natação & Fitness:

R. Aviador Severiano Lins, 102 - Boa Viagem - Recife/PE - (81) 3466.6166 | 3228.6320